Coronavírus: escola de supletivo é multada após aplicar prova presencial em Campinas

Produtor da EPTV flagrou atividade interna na escola, o que é proibido pelo decreto da quarentena.

Local também foi interditado, segundo a prefeitura.

Escola de curso supletivo de Campinas é interditada por funcionar de forma presencial A Prefeitura de Campinas (SP) multou e interditou, nesta quinta-feira (2), um curso supletivo flagrado aplicando uma prova na unidade, que fica no Centro.

A fiscalização ocorreu após um produtor da EPTV, afiliada da TV Globo, constatar a atividade irregular no local na quarta-feira.

A escola fica na Avenida Moraes Salles e estava com as janelas fechadas quando os fiscais chegaram, na manhã desta quinta.

Além de funcionárias e uma professora, havia duas alunas fazendo prova e outra que aguardava.

"Foi verificado que o estabelecimento estava aplicando prova para alunos.

O estabelecimento educacional não pode ter aula presencial e nem aplicar prova, então não pode funcionar nestas condições", explicou a coordenadora da Vigilância Sanitária, Anne Andrea Dutra dos Santos.

A multa equivale a R$ 1446, segundo a prefeitura.

A única atividade que poderia ocorrer dentro da escola é administrativa.

Nenhum responsável pela escola quis falar com a reportagem da EPTV.

Após a fiscalização, a porta do local foi fechada.

Guarda Municipal e Vigilância Sanitária fiscalizaram supletivo de Campinas Reprodução/EPTV Initial plugin text Veja mais notícias da região no G1 Campinas
Categoria:SP - Campinas e região