Obra em trincheira prevista para a Copa de 2014 é retomada com seis anos de atraso, em São José dos Pinhais

Segundo a Comec, construção da trincheira na Avenida das Torres deve durar 10 meses.

Obra foi paralisada em 2016, quando a empresa vencedora da licitação entrou em recuperação judicial.

Obra da trincheira em São José dos Pinhais é retomada As obras na trincheira da Rua Arapongas, no cruzamento com a Avenida das Torres, em São José dos Pinhais, foram retomadas com seis anos de atraso.

A construção, que tinha previsão inicial de entrega para a Copa do Mundo no Brasil, em 2014, foi retomada na segunda-feira (20).

Segundo a Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec), a intervenção deve ficar pronta em dez meses. De acordo com a Comec, a obra foi planejada para desafogar o trânsito na Rua São José e melhorar o acesso ao Aeroporto Afonso Pena pela Avenida das Torres. Trincheira na Avenida das Torres estava prevista para ser entregue em 2014, em São José dos Pinhais. Reprodução/RPC Obra parada Segundo a Comec, a obra foi paralisada já com atraso, em 2016, quando a empresa vencedora da licitação entrou em recuperação judicial.

Em 2017, um novo consórcio ganhou a concorrência para assumir o restante da obra.

No entanto, uma perícia técnica apontou danos à estrutura que ficou exposta, e ajustes no contrato foram feitos. O valor total previsto para a obra era de R$ 4,3 milhões.

Já foram pagos R$ 2,3 milhões.

Segundo o presidente da Comec, Gilson Souza, os valores pagos pela obra podem ser reajustados em até 20%. Outras cinco intervenções estão previstas no contrato: obras na ponte do Rio Iguaçu, na entrada do aeroporto, na avenida Rui Barbosa, construção de uma passarela do Rio Ressaca e reforma na calçada trincheira Maringá. "Para não gerar um caos no trânsito, [as outras obras] serão retomadas em momentos distintos", afirmou o presidente da Comec. Veja mais notícias da G1 Paraná.

Categoria:PR - Campos Gerais e Sul