Motos 2020: veja 35 lançamentos esperados para o Brasil no ano

Honda CB 650R, Yamaha XMax 250 e Haojue DR 160 estão entre os modelos já confirmados; Harley-Davidson LiveWire elétrica ainda é uma aposta.

Motos que devem ser lançadas em 2020 Arte: Rodrigo Cunha/G1 Depois de muitas novas motos apresentadas no Salão Duas Rodas e Salão de Milão de 2019, o ano de 2020 deve ser recheado de lançamentos no Brasil.

Honda CB 650R, Yamaha XMax 250 e Haojue DR 160 estão entre os modelo já confirmados, mas outras motocicletas que chegarão ainda estão sendo mantidas em segredo pelas montadoras. Carros 2020: veja 60 lançamentos esperados Retrospectiva 2019: quem chegou e quem saiu de linha Apesar de ainda não estar oficialmente confirmada, uma das grandes expectativas para o ano é o lançamento da Harley-Davidson LiveWire, a primeira elétrica da marca.

Veja quais são as motos esperadas para 2020 no Brasil BMW F 900 R No Salão de Milão 2019, a BMW revelou as novas F 900 R, F 900 XR e a renovação da S 1000 XR.

Todas foram confirmadas para o Brasil, porém, para datas ainda incertas.

No caso da nova naked F 900 R, que é a substituta da F 800 R, as novidades são grandes.

Além de um visual completamente diferente e bem mais radical, a moto ganhou novo motor que se baseia no da F 850 GS, mas ficou ainda maior, passando de 853 cc para 895 cc. Salão de Milão 2019: BMW lança motos e anuncia 'rival da Harley' F 900 XR A F 900 XR é como uma opção mais estradeira e confortável para viagens da F 900 R.

Com o mesmo motor de sua irmã, ela possui uma posição de pilotagem mais confortável e maior proteção aerodinâmica.

O visual é inspirado na S 1000 XR. BMW F 900 XR Rafael Miotto/G1 S 1000 XR Seguindo as atualizações vistas na esportiva S 1000 RR, a S 1000 XR também será renovada no Brasil.

A expectativa é que a moto desembarque no segundo semestre de 2020.

Com um visual mais agressivo, o modelo também ficou 10 kg mais leve.

De série, a moto conta com suspensões com ajustes eletrônicos, modos de pilotagem, assistente de rampa e painel de 6,5 polegadas.

BMW S 1000 XR Rafael Miotto/G1 Dafra HD 300 Depois de lançar a trail NH 190 no ano passado, a Dafra prometeu para março de 2020 a chegada do scooter HD 300.

A novidade será importante por mexer em um segmento de grande sucesso para a marca brasileira.

O modelo é uma evolução do Citycom 300i, porém, eles vão conviver nas lojas, ao menos por enquanto.

Com nova configuração de elementos, o HD 300 tem espaço embaixo do banco 27% maior que o Citycom, alcançando capacidade de 38 litros, além de ser 10 kg mais leve - com o total de 166,2 kg. Dafra HD300 Marcelo Brandt/G1 Ducati Streetfighter V4 Era esperado que a Panigale V4 ganhasse uma variante naked em algum momento, e a hora chegou.

A nova Streetfighter possui as versões V4 e V4 S e seu motor é derivado da MotoGP: ele chega a 208 cavalos de potência.

Ainda não há nenhuma confirmação oficial da Ducati, mas é esperado que a moto chegue ao Brasil ainda em 2020. Ducati Streetfigther V4 S Divulgação Haojue DR 160 Fi De origem chinesa, a DR 160 FI está prevista para chegar às lojas em fevereiro de 2020 por R$ 12.295.

Apesar de estar em uma faixa de cilindrada da Honda CG 160, por exemplo, a moto tem uma pegada mais esportiva.

Além de um visual mais radical, a moto conta com suspensões invertidas na dianteira e freios CBS. Haojue DR 160 FI vai estar no Salão Duas Rodas 2019 Divulgação NK 150i Ainda sem preço definido, a NK 150i chega para competir com Honda Bros 160i e Yamaha Crosser 150 em julho.

O modelo trail tem freios ABS e pode fazer consumo de até 52 km/l, afirma a fabricante. Haojue NK 150i Fabio Tito/G1 VR 150i Outra aposta da Haojue é o scooter VR 150i, que como o esperado, possui câmbio automático do tipo CVT.

Sua roda dianteira é de 12 polegadas e o modelo possui um bauleto extra que comporta 26 litros.

Ainda em fevereiro, começa a ser vendido por R$ 9.740 o VR 150i. Haojue VR 150 Fábio Tito/G1 Harley-Davidson LiveWire Depois de 5 anos entre a apresentação do protótipo e o lançamento mundial, a primeira moto elétrica da Harley-Davidson foi lançada mundialmente em 2019.

O G1 foi até os Estados Unidos e andou antecipadamente no modelo, que deve chegar ao Brasil em 2020.

Apesar de ainda não existir a confirmação oficial da marca, a expectativa é que a motocicleta custe em torno de R$ 120 mil.

Harley-Davidson LiveWire elétrica: G1 avalia o modelo Pan America A Harley-Davidson disse que Pan America e Bronx chegam ao Brasil até 2021, mas esse "até" deixou a data final no ar, ou seja, talvez uma delas ou as duas possam ser apresentadas ainda em 2020.

Não existe nada oficial sobre o lançamento ainda este ano, mas a Pan America promete chamar bastante atenção por ser a primeira Harley aventureira da história.

Ela tem um motor V2 de nova geração da marca, que rende 1.250 cc e passa de 145 cavalos de potência. Harley-Davidson Pan America Rafael Miotto/G1 Bronx Enquanto a Pan America pode rodar na terra, a Bronx é um moto para o asfalto.

Lembrando antigos modelo da marca Buell, que era da Harley, a moto faz a marca ir para o estilo naked.

O modelo também possui motor desenvolvido do zero pela marca norte-americana, de 975 cc e rende mais de 115 cavalos de potência.

Harley-Davidson Bronx Rafael Miotto/G1 Honda CB 650R Depois de ser um dos destaques do Salão Duas Rodas 2019, a CB 650R vai ser lançada no mercado brasileiro ainda no primeiro trimestre de 2020.

Antecipadamente, o G1 rodou com o modelo na Itália, em sua versão europeia, e mostrou como é andar andar na moto.

Com novo visual que une clássico e moderno, a moto é a substituta da CB 650F, e ficou mais radical, com suspensão invertida na dianteira e 6 kg a menos.

Honda CB 650R: como é andar na moto que foi lançada no Salão Duas Rodas CBR 650R Além da CB 650R, sua variante carenada, a CBR 650R também chega atualizada até março de 2020.

A esportiva também está mais agressiva e o motor de 4 cilindros ganhou nova admissão e exaustão, para melhorar a entrega de potência.

A má notícia é que a potência máxima não serão os 95 cavalos da versão europeia.

No Brasil, o motor rende 88,4 cavalos, isso por causa das regras de emissão de ruído do país.

Honda CBR 650R Honda/Divulgação CB 500X Além da linha 650 da Honda, a "família 500" terá grandes mudanças em 2020.

Também anunciada no Salão Duas Rodas 2019, a CB 500X renovada ficou mais aventureira.

Isso porque a moto ganhou uma roda maior na dianteira, de 19 polegadas, substituindo a de 17 polegadas.

Outra novidade foi adoção da embreagem do tipo deslizante.

O painel passa a ser digital e conta com indicador de marcha.

Honda CB CB 500X e CBR 650R Guilherme Fontana/G1 CB 500F Como a CB 500X, a CB 500F recebeu atualização no visual.

O modelo ficou com uma cara mais radical, com a opção de mistura de cores.

Seu painel também passa a ser digital e com indicador de marcha Honda CB500F Guilherme Fontana/G1 CBR 1000 RR-R A aguardada nova geração da esportiva Fireblade da Honda foi revelada no Salão de Milão 2019.

O modelo ganhou mais uma "R" no nome e passa a se chamar CBR 1000 RR-R.

Além do visual completamente novo, a moto ganhou novos chassi e motor, este com tecnologia derivada da MotoGP.

Ele chega agora a 217 cavalos de potência máxima.

Será natural sua chegada ao Brasil, só não se sabe quando.

Honda CBR 1000 RR-R é lançada com 217 cavalos de potência ADV 150 A Honda mostrou o ADV 150 no Salão Duas Rodas, mas não confirmou sua venda no Brasil.

A definição sobre isso ia depender da "recepção do público".

Como o modelo chamou muito a atenção no evento, a chance que ele realmente chegue cresceu muito.

Inclusive, o scooter teve sua patente registrada no país no final do ano passado.

Salão Duas Rodas 2019: 7 scooters que são destaque Forza 300 Do mesmo modo que o ADV 150, o Forza 300 também foi mostrado para testar se o público aprovava.

Com um acabamento mais refinado, ele conta com motor de 1 cilindro e 279 cc, que é capaz de alcançar 25,2 cavalos de potência.

Se vir, ele já terá um concorrente de peso: o Yamaha XMax 250.

Honda Forza 300 Fábio Tito/G1 SH 150i Apesar de não aparecer no Salão Duas Rodas 2019, o SH 150i renovado também deve aparecer naturalmente no Brasil em algum momento.

O modelo teve a apresentação mundial no último Salão de Milão.

Além de ganhar visual renovado e motor atualizado, a moto teve aumento de 50% a mais no espaço de bagagem.

Honda SH 150i Rafael Miotto/G1 Africa Twin 1100 O modelo foi revelado mundialmente em setembro passado e também estava na última edição do Salão de Tóquio.

Com o novo motor maior, a moto alcança 102 cavalos de potência, teve visual renovado e ainda ficou 5 kg mais leve. Honda Africa Twin 1100 Rafael Miotto/G1 NC 750X DCT Ainda não há nada confirmado, mas depois do sucesso do câmbio de dupla embreagem (DCT) no X ADV, a Honda pode ampliar a opção de modelos com o sistema no Brasil.

Uma boa aposta seria a chegada da NC 750X com o sistema de câmbio automatizado, tornando a moto ainda mais prática, como já ocorre em versões vendidas na Europa.

Honda NC 750X DCT Divulgação CB Twister Special Edition Com grafismos inéditos, a CB 250F Twister Special Edition já está nas lojas do Brasil.

Apesar do visual diferenciado, a edição especial mantém a mesma base mecânica já conhecida da Twister.

Honda CB Twister Special Edition 2020 Divulgação Kawasaki Z900 Apresentada no Salão Duas Rodas 2019, a Z900 recebeu atualizações importantes.

O modelo ganhou visual atualizado, quadro reforçado e painel de TFT, que permite conexão com smartphone.

O motor, de 4 cilindros, não mudou e continua com 125 cavalos de potência, mas passou por ajustes, e, segundo a marca, tem acelerações mais lineares.

A nova Z900 tem previsão de começar a ser vendida no fim de 2020 e o preço não foi divulgado. Salão Duas Rodas 2019: Kawasaki Z900 Kymco AK 550 A montadora taiwanesa Kymco, representada no Brasil pela JTZ, confirmou a chegada de seu novo scooter AK 550 ao Brasil.

O modelo chega em maio de 2020 por R$ 44.990 e foi apresentado no Salão Duas Rodas 2019.

Com motor de 2 cilindros e 550,4 cc de cilindrada, o modelo alcança 51 cavalos de potência máxima.

Na parte tecnológica, conta com dois modos de pilotagem e freios do tipo ABS. Kymco AK 550 Fabio Tito/G1 Triumph Rocket 3 R Para 2020, a marca britânica prepara a chegada de um "canhão" ao Brasil: trata-se da nova geração da Rocket 3 R.

Previsto para o primeiro trimestre do ano, a moto conta com motorzão de 3 cilindros e 2.458 cc e 167 cavalos de potência.

Mas o que mais impressiona é o torque de 22,5 kgfm. Salão Duas Rodas 2019: Triumph Rocket III R Street Triple RS Ainda no primeiro trimestre, outra novidade confirmada da Triumph é a renovada Street Triple RS.

Ele usa a mesma base do utilizado pela marca no Mundial de Moto 2.

Apesar de manter a cilindrada, de 765 cc, e 123 cavalos, a marca diz que sua entrega de força em rotações médias está 9% maior. Triumph Street Triple RS é lançada no Salão Duas Rodas Fabio Tito/G1 Royal Enfield Interceptor 650 Finalmente, depois de uma longa espera as novas "twins" com motores de 2 cilindros da Royal Enfield estão chegando ao Brasil.

Em pré-venda desde o Salão Duas Rodas, Interceptor 650 e Continental GT 650 prometem mexer com o segmento de clássicas.

Ambas dividem a mesma base com motor de 650 cc e 47 cavalos de potência, mas a Intercetor tem o "jeitão" mais de uma clássica tradicional, com pilotagem em posicionamento mais relaxado.

Salão Duas Rodas 2019: Royal Enfield Continental GT 650 Mantendo a mesma base mecânica da Interceptor, a Continental GT 650 se diferencia pela posição de pilotagem mais esportiva, com inspiração no estilo café racer.

Nela, o motociclista fica um pouco mais deitado sobre o guidão na condução.

Royal Enfield Continental GT 650 Fabio Tito/G1 Vespa Club 125 Prevista para chegar em fevereiro, a Club 125 será a Vespinha mais acessível vendida no Brasil.

O modelo tem motor de 9,5 cavalos e custará R$ 14.980. Vespa Club 125 no Salão Duas Rodas 2019 Fábio Tito/G1 Suzuki V-Strom 650 XT Equipada com uma série de equipamentos para deixá-la mais apta a longas viagens, como as malas, a V-Strom 650 XT chega em março por R$ 44.893. Estande da Suzuki com modelos V-Strom, no Salão Duas Rodas 2019. Fabio Tito/G1 Yamaha Xmax 250 Um dos principais lançamentos do Salão Duas Rodas 2019, o scooter XMax 250 chega ao Brasil em abril.

Custando R$ 21.990, o modelo tem motor de 250 cc e 22,8 cavalos de potência.

Yamaha XMax é lançada no Salão Duas Rodas 2019 Fabio Tito/G1 MT-03 O novo visual da MT-03 chamou bastante atenção pela grande mudança, principalmente no farol dianteiro.

A estética está dividindo opiniões e o modelo fará sua estreia mundial no Salão de Milão.

Ainda não há uma confirmação oficial sobre sua renovação também no Brasil, mas a expectativa é que chegue ao mercado brasileiro em 2020.

Como aconteceu com a R3, o modelo ganhou suspensão dianteira invertida e luzes de LED. Yamaha aposta em motos que parecem robôs no Salão de Milão Niken Para a surpresa de muitos, uma dos destaques no estande da Yamaha no Salão Duas Rodas 2019 foi a moto de 3 rodas Niken.

Ela foi mostrada lá como um teste da marca para verificar a recepção do público e a partir daí a decisão de venda seria tomada.

O modelo utiliza como base o motor de 3 cilindros da MT-09, com 847 cc de cilindrada e 3 cilindros.

Ele rende 115 cavalos de potência e 8,9 kgfm de torque. Yamaha Niken, uma moto de 3 rodas, no estande da Yamaha no Salão Duas Rodas 2019 Fábio Tito/G1 Motos Marvel Ainda não se sabe ao certo como serão essas motos, mas os modelos com visual Marvel da Yamaha estão confirmados para 2020.

No Salão Duas Rodas 2019, o total de 10 motos customizadas pela Bendita Macchina foram inspiradas em heróis, mas, por enquanto, 3 delas estão confirmadas.

Os modelos de série serão diferentes dos vistos no evento, mas podem esperar pela Lander 250 Capitão América, e duas Fazer 250, uma Capitã Marvel e outra do Pantera Negra. Salão Duas Rodas 2019: Yamaha aposta em motos de heróis
Categoria:Carros